English French German Spain Italian Dutch

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

A cura pelas Ervas

Em muitas regiões do mundo ainda assim como no Ocidente, há cada vez mais preocupações com os efeitos secundários dos medicamentos modernos e o interesse pela fitoterapia está a aumentar. Esses medicamentos modernos podem provocar aparentes curas rápidas, mas não resolvem a causa subjacente de muitos problemas, como a má alimentação ou falta de exercício. A medicina pelas ervas não trata de curar doenças quando elas aparecem, mas sim principalmente de as evitar e de se ajudar o organismo a curar-se a si mesmo.
Uma das plantas mais utilizadas nos anos 90 foi a Ulmária (Filipendula Ulmária – a aspirina natural) que foi a fonte da primeira droga, a Aspirina, usada em febres, dores corporais, artrite reumática, azia, hiper-acidez, náuseas, e principalmente para as dores de cabeça. E agora para quem necessita de tomar uma aspirina, para aliviar sintomas dos acima indicados, esta é uma excelente opção, nada melhor que enveredar-se por um produto natural.(ao lado: Filipendula Ulmária)
Propriedades medicinais: adstringente, antiácida, antiemética, anti-reumática, anti-séptica, calmante, cicatrizante, diurética, febrífuga, queratolítica, sedativa, sudorífera, tônica.
Indicações: ácido úrico, azia, bactérias (Bacillus subtilis, Corynebacterium diphtheriae, Diplococcus pneumoniae, Escherichia coli, Klebsiella pneumoniae, Staphyllococus aureus, S. Hemolyticus, Streptococus hemolyticus, S. Pyogenes, Shigella dysentericae, Shigella flexneri), diarréia, gastrites, dores (bexiga, cabeça, rins, estomago), febre, fibromialgia, gripe, hiperacidez estomacal, intestinos, náusea, osteoatrite, pulmão, reumatismo, úlceras pépticas, vômito.
Preventivo de difteria, disenteria e pneumonia.
Nomes populares:
Ulmária (Brasil/Portugal)
Rainha-dos-prados (Portugal/Brasil)
Barba-de-bode (Portugal)
Meadowsweet (Inglaterra)
Ulmaria (Espanhol)
Ulmaire (Francês),
Ulmaria (Italiano),
Spierstauden (Alemão).
(alguns nomes são alterados com a tradução).

Sem comentários:

Enviar um comentário